Cariré continua no nível "alto" para transmissão do vírus da Covid-19, segundo a Sesa-CE


O Ceará registrou uma redução no número de cidades com índice “alto” ou "altíssimo” para transmissão da Covid-19. A redução nas últimas semanas atingiu o menor índice desde fevereiro. Conforme aponta o boletim epidemiológico da Secretaria da Saúde do Ceará, 164 municípios estão classificados em nível alto ou altíssimo. O boletim anterior mostrava que eram 176 cidades nesse índice. Os dados correspondem às semanas epidemiológicas entre 30 de maio a 12 de junho.

O número mais recente de cidades com nível de alerta altíssimo (160) só fica atrás dos índices alcançados nas semanas 8 e 9, referentes aos dias 21 de fevereiro a 6 de março. À época eram 101 municípios no nível 4 de transmissão.

Frecheirinha é a única cidade do Ceará com classificação moderada ou de risco 2 para transmissão da Covid-19. Desde o fim de abril e início de maio o Estado não tinha uma cidade nesta classificação. Apesar da redução, o cenário ainda é de alerta. Nenhuma cidade está na classificação de risco 1 ou “novo normal”.

Os municípios atualmente na classificação de nível 3, isto é, risco ‘alto’ para transmissão o vírus, são: Granja, Jijoca de Jericoacoara, Acaraú, Itarema, Caridade, Itatira, Madalena, São João do Jaguaribe, Ubajara, Cariré, Uruburetama, Caucaia, Fortaleza, Maracanaú, Eusébio, Aquiraz, Chorozinho, Independência, Piquet Carneiro, Deputado Irapuan Pinheiro, Icó, Granjeiro e Brejo Santo.

FONTE: cearaagora.com.br

Postar um comentário

0 Comentários